Urgência e qualidade!

Parlamentares cobram e expectativa da população é que recuperação da rodovia tenha durabilidade
Publicado em: 09 de Fevereiro de 2018

Urgência e...
Acompanhado dos deputados Luiz Cláudio e Nilton Capixaba, o senador Ivo Cassol se reuniu na quarta-feira (7) com o diretor geral doDepartamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro. Os parlamentares pediram urgência nos investimentos e melhorias na BR 364. O senador Ivo Cassol lembrou que em 2017 foram disponibilizados 100 milhões de reais da emenda da bancada de Rondônia para que o DNIT pudesse viabilizar as melhorias nas rodovias da região, através de investimentos na BR-364 e BR-429.

​“A nossa bancada trabalha unida, isso é fundamental para garantir mais recursos para o Estado de Rondônia. O que nós precisamos é que o DNIT cobre da empresa vencedora o início imediato do tapa-buraco no trecho de Jaru/Ariquemes e os demais serviços”, cobrou Cassol.

CACOAL

Durante o encontro, Cassol e os demais parlamentares enfatizaram diversos trechos críticos, entre eles as marginais da BR-364, no perímetro urbano de Cacoal, cobrando urgência na execução dos serviços. Além das marginais em Cacoal, foram citados serviços urgentes que precisam ser executados nas marginais de Ariquemes (incluindo iluminação), no trevo que dá acesso ao município de Colorado D’Oeste (que está pela metade), a travessia de Ouro Preto e a duplicação de alguns trechos ao longo da rodovia federal que corta o estado de Rondônia. “A ponte sobre o rioPirarara, em Cacoal, tem o projeto que já vai ser licitado e no máximo em 90 dias estará pronto e deve ser iniciado com urgência”,lembrou Cassol.

Sobre serviços já realizados e que precisam ser refeitos, o senador foi enfático: “O DNIT não pode dar moleza para essas empresas de mala que fica pegando obra e não executa, colocando o preço lá em baixo. Analisar a qualidade do material aplicado na restauração, pois os serviços são de péssima qualidade, que não dura nada e volta e meia tem que refazer o serviço”. Um bom exemplo da péssima qualidade do serviço que tem sido feito na BR-364 pode ser visto entre o trecho que liga Cacoal ao Riozinho. Recuperado há pouco tempo, alguns pontos estão intransitáveis e caminhões e carros já começam a desviar dos buracos invadindo o acostamento. Acidentes, pneus estourados e rodas quebradas tem sido assunto corriqueiro por quem transita por trechos como esse.

A jornalista Giliane Perin, foi uma (entre tantos motoristas) que passou por momentos de tensão na rodovia. Devido a quantidade de buracos, teve um pneu estourado e por pouco não perdeu o controle do carro.
“O pneu estourou, o carro começou a puxar, mas por sorte consegui controlar e parar no acostamento. Mas isso porque eu já conheço bem o trecho e sei das péssimas condições, então andava em uma velocidade reduzida. Agora imagino alguém que não conhece a estrada, o risco a que se submete. É uma vergonha fazerem uma obra tão grande de recuperação da nossa estrada, como a que foi feita no ano passado, se não me engano, e não durar nada, nem um ano eu acho que não durou. É revoltante”, conclui a jornalista do Tribuna Popular. (Redação – Fonte: Assessoria Parlamentar)

 


Fonte: Redação / Fonte Assessoria