Temer recebe Marinha Raupp e Henrique Prata e reafirma apoio ao Hospital do Câncer

O presidente do Hospital do Câncer convidou Temer para a inauguração do Hospital, que deve ocorrer até o fim deste ano
Publicado em: 10 de Novembro de 2017

Temer recebe...
Na quarta-feira (09), durante audiência no Palácio do Planalto em Brasília, com o presidente do Hospital do Câncer de Barretos, Henrique Prata; a deputada federal Marinha Raupp e o deputado federal Baleia Rossi, líder do PMDB na Câmara dos Deputados, o presidente Michel Temer reafirmou seu compromisso para o funcionamento do Hospital do Câncer da Amazônia, que fica em Porto Velho e prestará atendimento para toda Região Norte. Henrique Prata destacou a importância do hospital, que vem sendo chamado de Hospital do Amor. “Viemos agradecer tudo o que o presidente Temer tem feito pelo tratamento do câncer no País, sua boa vontade e sensibilidade em investir e liberar os recursos para atendimentos às pessoas que sofrem com este doença. Temos também muito a agradecer a deputada Marinha, que esteve a frente da busca pelo credenciamento, que vamos comtemplar o ambulatório e a radioterapia, diminuindo a distância de pelos menos 6 mil pacientes que utilizarão os dois serviços”, pontuou. Para Marinha Raupp, foi um encontro muito significativo pela ratificação do presidente para esta causa tão importante e pelo apoio do Ministério da Saúde, que enviou uma equipe técnica à unidade em Porto Velho e esta realizando os procedimentos para editar a portaria. “Eu acredito muito nessa união, pois oportuniza o diálogo, a parceria, a construção das ações que venham beneficiar a população. É desta forma que cada vez mais vamos vencendo etapas e fazendo um trabalho com justiça social”. O presidente do Hospital do Câncer convidou Temer para a inauguração do Hospital, que deve ocorrer até o fim deste ano. “Este Centro em Porto Velho vai mudar a história do câncer da Amazônia. Vamos marcar agenda pra que ele nos visite e receba o carinho pelo que ele tem feito pelos pacientes do Brasil inteiro.”
Fonte: Assessoria