Alunos do Josino Brito colocam em prática gestos de cidadania trabalhados em sala de aula

Alunos promoveram um
Publicado em: 06 de Dezembro de 2017

Alunos do Josino...

Com o objetivo de promover uma ação social que vise mudar a interação do aluno e que resulte em práticas solidárias de voluntariado, as professoras Eliane Pedra e Simone Hotts Costa da Silva desenvolveram dentro da disciplina “Projeto de Vida”, na Escola Estadual de Educação Integral Josino Brito, uma atividade que colocasse em prática o que os alunos aprendem em sala de aula.

“Esta disciplina, que compõe a grade curricular do Ensino em Tempo Integral ou a Escola do Novo Tempo, trabalha o desenvolvimento social do estudante, o que podemos fazer para contribuir com a nossa sociedade. Então a ideia do Bazar Solidário surgiu em sala de aula, quando pedimos para os alunos do 1º e 2º ano do ensino médio apresentassem projetos nesse sentido”, explicou a professora Eliane Pedra.

As dez turmas de 1º e 2º ano se dividiram em grupos e 20 projetos surgiram. A partir daí, o “Bazar Solidário” foi escolhido para ser colocado em prática. Às turmas dos dois primeiros anos do ensino médio, uniram-se também as duas turmas de 3º ano, que quiseram contribuir em um gesto de solidariedade.

Durante alguns dias, os cerca de 370 alunos da escola Josino Brito se movimentaram e arrecadaram peças de vestuário para doação. O bazar, realizado nesta semana, contou com roupas femininas, masculinas e infantis e calçados de todos os tamanhos e para todos os gostos.

“Os alunos se empenharam, conseguiram as doações e hoje eles reúnem a comunidade que tem a chance de vir aqui e escolher o que quer e o que precisa”, enfatizou a professora Eliane.

Entre os alunos que trabalharam durante o bazar realizado na quadra, auditório e em algumas salas da escola, a aluna Elise Buss Schulz, de 16 anos, se mostrava empenhada em auxiliar os visitantes.

“O ensino em tempo integral me surpreendeu. É algo novo para o meu mundo. Mesclar as disciplinas básicas com disciplinas como esta que estamos trabalhando aqui hoje faz uma grande diferença pra mim, enquanto cidadã”, destacou a aluna do 1º ano do ensino médio que já decidiu que quer ser perita criminal.

“Todo mundo diz que eu sou muito observadora, que eu deveria ser perita criminal, então eu comecei a investigar essa profissão. Quanto mais eu descubro sobre essa profissão, mais eu quero ser perita criminal”, orgulha-se a jovem estudante.

Durante o Bazar Solidário realizado na escola Josino Brito, das 14h às 18h, cada pessoa recebeu uma senha e teve direito, de acordo com o seu número, a entrar nas salas de doações com um tempo pré-determinado e escolher uma quantidade já pré-estabelecida de itens, de forma gratuita.

Ao longo da tarde, o fluxo de pessoas na escola foi intenso. Já no início do bazar, a dona de casa Rosenilda Wruck, de 26 anos, escolhia roupas para sua filha, seu esposa e também para si. “Essa é uma iniciativa muito legal. Fiquei sabendo pois foi avisado na igreja e hoje vim aqui escolher algumas coisas para minha família. Neste final de ano, este bazar aqui na escola é um verdadeiro presente de natal”.


Fonte: Giliane Perin/ Secom- Governo de Rondônia