Francisco Xavier
Francisco Xavier

Coluna

Coluna do Xavier

Coluna do Xavier - 06 de outubro de 2016

CACOAL: O COMÉRCIO, A INDÚSTRIA E A FEIRA E A POLÍTICA...
Publicado em: 06 de Outubro de 2017

As pessoas que vivem, trabalham ou passeiam em Cacoal sabem muito bem das potencialidades comerciais e industriais do município, tanto é que em apenas dois municípios de Rondônia a Havan está instalada, entre eles a “Capital do Café”. Também não há o que contestar sobre a Diretoria atual da Associação Comercial e Industrial de Cacoal, uma vez que a entidade é muito bem conduzida pela Daniela Bianchini, pelo professor Gustavo Reis e demais membros da Diretoria. Certamente é por isso que a Feira Industrial e Comercial de Cacoal tem alcançado tanto sucesso, após a posse desta diretoria, apesar de haver sempre alguns políticos que, nos bastidores, trabalham contra o evento...
O município de Cacoal realmente tornou-se referência no estado, em virtude de alguns atrativos que o município possui e a tendência é que isto seja consolidado a cada ano, pois os investimentos feitos no município são significativos. Além da produção de grãos, que já é marca antiga da cidade, e que deu origem ao seu apelido (Capital do Café), atualmente o município conta com dezenas de cursos universitários, em nível de graduação e pós-graduação, é o único município do interior onde existe o curso de Medicina, acabou de ganhar um shopping Center, a loja Havan se instalou na cidade, a exposição agropecuária em Cacoal é sucesso todos os anos, o Festival de Pesca é um atrativo conhecido que deve voltar e a qualidade de vida é uma das melhores de Rondônia.
Em sua 5ª edição, a Feira da Indústria e Comércio já comprovou que veio para ficar e é visitada por milhares de pessoas todos os anos, incluindo-se entre os visitantes os políticos que sempre buscam tirar proveito de eventos de sucesso como é a FICC. Caso fosse uma coisa sem expressão, nenhum político tentaria pegar carona. Pouco tempo atrás, logo após a eleição do ano passado, e mesmo sem ter sido diplomado, um dos vereadores de Cacoal chegou a fazer um barraco na entrada do evento, alegando que era autoridade e que queria ficar em lugar de destaque. O mínimo que se espera de políticos assim é que trabalhem na Casa de Leis para engrandecer ainda mais a feira, já que este evento é responsável por uma imagem muito positiva do município. Qualquer tentativa de boicote contra a organização seria um golpe, duro, baixo e inexplicável contra a cidade, mas, infelizmente, existem políticos que não avaliam essas coisas.
Todas as pessoas que lêem esta coluna sabem que não costumo fazer média com políticos e que cobro deles uma atuação em favor da coletividade. Neste sentido, tenho obrigação de elogiar a atitude da prefeita Glaucione Rodrigues Neri, que encaminhou um projeto visando dar ajuda financeira ao evento,  e dos vereadores que aprovaram a medida. Não vou citar aqui o nome do vereador que tinha posição contrária, porque ele colocou os pés no chão,  percebeu a lambança que estava fazendo e no Plenário votou favorável à aprovação do projeto. Na verdade, votar favorável a um projeto dessa natureza é um ato de ofício de nossos legisladores, mesmo aqueles que não possuem a grandeza para entender que Cacoal deixou de ser a Vila de Anísio Serrão em 1977. A cidade cresceu, mas alguns políticos ainda pensam como nos tempos da Nova Cassilândia e isso precisa mudar. Embora os dois filósofos da honestidade não sejam historiadores e conheçam pouco a história da “Capital do Café”, tenho convicção de que eles possuem a mesma posição que eu, no sentido de torcer e ajudar, no que for possível, para que a cidade cresça cada dia mais. 
Assim como registro meus elogios à prefeita e aos 11 vereadores, pela ideia de ajudar financeiramente a FICC,  não poderia deixar de registrar, igualmente, meus elogios à Daniela Bianchini e ao professor Gustavo Reis, respectivamente, presidente e vice da Associação Comercial e Industrial de Cacoal, pela competência, pelo dinamismo e pela forma brilhante como conduzem a ACIC, assim como os demais membros da Diretoria, porque eles trabalham em defesa dos interesses da cidade, sem medir esforços e buscando garantir o espaço que Cacoal sempre mereceu no cenário rondoniense. É muito importante que outras futuras gerações de empresários saibam dar continuidade aos trabalhos que a ACIC desenvolve hoje, para que a Feira da Indústria e Comércio de Cacoal seja consolidada para a posteridade e aconteça muitas outras vezes, já que a Capital do Café é muito maior do que o umbigo de seus desafetos... Tenho dito!!!
 
FRANCISCO XAVIER GOMES
Professor da Rede Estadual
 


Fonte: FRANCISCO XAVIER GOMES - Professor da Rede Estadual

Mais de Francisco Xavier