Boca Maldita
Boca Maldita

Coluna

Boca Maldita - 01 de dezembro de 2017

01 de dezembro de 2017
Publicado em: 01 de Dezembro de 2017

ESTRELAS NACIONAIS. A situação dos partidos no Brasil sempre foi complicada, depois ficou caótica e atualmente virou caso de policia. Uma rápida avaliação sobre a direção nacional das principais siglas do país mostra que muitos presidentes nacionais de partidos são réus em diversos processos que investigam a corrupção de políticos, especialmente no caso da Lava Jato e outros escândalos paralelos. Hoje temos enrolados em processo por corrupção os presidentes do PMDB, PT, PSDB, PTB, PRB, PP, PPS, DEM. Esses partidos representam a grande maioria dos deputados e senadores do país. O grande problema é que não são apenas os presidentes investigados por corrupção. Muitos congressistas desses partidos estão igualmente envolvidos nos mesmos escândalos. Mais grave ainda é o fato de que milhões de brasileiros vão ignorar todas as investigações e vão eleger praticamente todos os denunciados outra vez. O povo adora corruptos!!!
 
PETECA DE OURO. Na semana passada, diversos esportistas estudantis de Cacoal foram citados na coluna do professor Xavier e foram feitos os registros de suas habilidades e talento em diversas áreas do mundo do esporte. Alguns dos esportistas citados são estudantes da escola Bernardo Guimarães, que tem apresentado excelentes resultados também na área científica. Para que não façamos nenhuma injustiça, queremos registrar que o também aluno da escola BG acabou de voltar do Sudeste do Brasil com um resultado fantástico na competição de Peteca. Estamos falando do aluno Guilherme Ataíde Mendes, estudante do 5º Ano do Ensino Fundamental. Ele foi a Minas Gerais e representou muito o estado de Rondônia e o município de Cacoal, voltando à Capital do Café com a medalha de ouro. Aproveitamos a oportunidade para parabenizar o Guilherme e desejar a ele e a todos os demais atletas de nosso município todo o sucesso do mundo.
 
CORAZINHO PRESIDENTE. Pelos comentários que existem hoje nos bastidores políticos de Cacoal, muita gente tem como certa a eleição do vereador Corazinho para presidente da Câmara de Cacoal no biênio 2019/2020. A notícia se tornou muito polêmica na cidade, porque um grande número de pessoas não acredita que os demais vereadores farão isso. A eleição está marcada para a sessão da próxima segunda-feira e Corazinho teria os votos dos vereadores: Valdecir Goleiro, Rogerinho Chagas, Wilson Tim, Euzébio Brizon, Maria Simões e o voto dele mesmo. Neste caso, seriam 06 votos. Conforme está previsto no regimento da Casa, em caso de empate, a eleição se decide pela idade, critério que daria a Corazinho a vitória. Vale salientar que todos esses vereadores são ligados à administração e têm votado dentro da Câmara sempre como são orientados. Lógico que a administração municipal  nega interferência na eleição da Câmara, mas será que eles votariam sem a autorização da prefeitura?
 
CABO ELEITORAL. Entre os eventuais “eleitores” do Corazinho para a presidência da Casa de Leis está a vereadora Maria Simões que já foi em passado muito recente adversária ferrenha do pretendente à cadeira. Muita gente não lembra, talvez o próprio Corazinho não lembre, mas quando ele ficou quase três meses preso, o motivo teria sido a tentativa de compra de votos para a presidência da Câmara. A denúncia feita pela vereadora citava que o valor do voto para eleger o presidente era de 30 mil e que o vereador Corazinho teria tentado convencê-la a aceitar esse valor para votar na eleição. Depois de ficar um tempo preso, Corazinho voltou ao mandato e a cidade toda sabe que eles nunca foram do mesmo grupo político. Estranhamente, a vereadora Maria Simões aparece hoje como o voto que vai definir a eleição de Corazinho para a presidência, depois de serem inimigos colossais. O atual presidente da Casa, Paulinho do Cinema, fez um longo discurso na última sessão ordinária, dizendo que o perfil de quem ocupa a cadeira de presidente precisa ser realmente uma pessoa com capacidade e comprometida com a população de Cacoal. Como ele faz parte do grupo que declara não votar em Corazinho, o recado foi muito claro. 
 
ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA. Para que nosso leitor acompanhe os detalhes da disputa, vamos esclarecer os motivos pelos quais a eleição da presidência vai acontecer segunda-feira. O Regimento Interno da Câmara estabelecia, em seu Art. 12, que “A eleição para a  renovação da Mesa (Art.l0) realizar-se-á sempre na última sessão ordinária do 2° ano legislativo, empossando-se eleitos na 1° Sessão Ordinária da Sessão legislativa seguinte.” Mas no ano de 2013, o ex-vereador Pedro Ferrazin organizou um grupo de vereadores, com a ajuda do ex-prefeito Franco Vialeto, e mudou a regra. Agora a eleição deve acontecer na primeira semana de dezembro do primeiro ano de mandato da Mesa. Há vários dispositivos do Regimento Interno e da própria Lei Orgânica que precisam ser mudados em Cacoal, mas os vereadores da legislatura passada resolveram mudar apenas isso. Junto com Pedro Ferrazin, assinaram a Resolução n° 07/CMC/13, que mudou a regra da eleição, os ex-vereadores Adailton Fúria e Valter Pires. Tem muita água pra rolar até o final do 1º mandato. Dá prá entender uma antecipação assim?
 
ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO. O vereador ClaudemarLittig (Mão) já usou a tribuna da Câmara de Vereadores em diversas ocasiões, para alertar sobre o orçamento do município que está tramitando na Casa de Leis e que deve ser votado até o final desse ano. Durante as vezes em que tratou do assunto, o vereador do PDT citou os setores da agricultura e do esporte como sendo as secretarias que estariam prejudicadas com a proposta do Executivo. No caso do esporte, a AMEC teria para o próximo ano um orçamento com pelo menos 600 mil a menos. Realmente se for como detalhou o vereador Mão, é necessário que haja mudanças significativas na proposta original, pois setores importantes da administração não podem ser desprestigiados na peça orçamentária. Por várias vezes, a prefeita chegou a comentar que não pode fazer muita coisa pela cidade, porque está trabalhando com o orçamento da administração passada. Só lembrando que não deve constar verba para concluir as arquibancadas e reformas do estádio Aglair Nogueira e nem para a Vila Olímpica que não tem iluminação para sediar jogos do União no campeonato de 2018. A promessa a será cumprida?
 
BURACOS DA DISCÓRDIA. Já que estamos falando em Cacoal e em orçamento, sugerimos ao Secretário de Obras do município que faça um passeio pela rua Almirante Barroso. Desde as imediações da BR 364, até quando passa da rodoviária, é impossível contar a quantidade de buracos daquela rua. Os moradores estão muito irritados e alguns entendem que o período de chuvas deixará a situação muito pior. É importante observar que a citada rua é muito utilizada por pessoas de outros municípios que utilizam a via para acessar a rodoviária ou que passam por tal local quando chegam de viagem. Até ônibus da empresa Gontijo a gente vê passar por aquela avenida em direção a rodoviária e com certeza, com um, motorista muito irritado com aquilo que ele vê. Mesmo neste período em que estamos vivendo o tempo de chuvas constantes, é necessário que o setor competente procure encontrar uma solução para os problemas da rua Almirante Barroso, pois o caso está calamitoso.
 
AUDIÊNCIA EM ANDREAZZA. Na terça-feira, dia 20 de novembro, aconteceu no município de Ministro Andreazza, uma Audiência Pública para discutir sobre o Reordenamento Escolar. A ideia consiste em estado e município entrarem em acordo e matricular os alunos do ensino fundamental na  escola da rede municipal, enquanto o estado assumiria o ensino médio. O maior problema para que as mudanças sejam feitas é a falta de estrutura da rede municipal de ensino onde, segundo os servidores estaduais faltariam diversos equipamentos e materiais que são necessários para manter a qualidade do ensino. Por outro lado, os servidores da escola municipal argumentam que os índices alcançados pelas duas escolas nas avaliações externas do MEC são basicamente os mesmos, o que revelaria que a qualidade de ensino é igual. Durante a audiência diversas pessoas usaram a palavra e apresentaram pontos de vistas diferentes sobre o tema. Ficou claro, porém, que os pais dos alunos presentes ao evento não concordam com as mudanças da maneira como a prefeitura de Ministro Andreazza quer fazer. Ao usar a palavra, o prefeito do município afirmou que precisa receber os alunos do estado, porque quer administrar os recursos enviados para o município relacionados com o número de alunos. Os pais alegam que seus filhos não são mercadorias para serem trocados por causa de dinheiro. 
 
AMEAÇA EM ANDREAZZA. Após a Audiência Pública que tratava do Reordenamento no Município de Ministro Andreazza, a secretária de educação do município gravou vários áudios que circularam nas redes sociais, em tom de ameaça e que teriam como destinatários servidores da escola estadual Nilo Coelho. Em um dos áudios, ela acusa os profissionais da escola estadual de terem manipulado os alunos a sociedade contra o reordenamento e afirma que, como a cidade é pequena, vai descobrir quem foi a pessoa que teria colocado os alunos contra ela. O problema é que após os áudios que ela fez circular nas redes sociais, muitas pessoas no município estão com medo das ameaças. A secretária municipal de educação de Ministro Andreazza vai precisar se explicar para os trabalhadores da escola estadual. O clima ficou tenso!!
 
AUSÊNCIA LEGISLATIVA. O curioso é que a Audiência Pública realizada em Ministro Andreazza tinha como pauta um assunto muito importante, que era discutir a educação das crianças, jovens e adultos do município, mas diversos vereadores não apareceram. Entre as ausências mais criticadas está a figura do vereador Jeovane Marques que foi o vereador mais votado da história do município nas eleições do ano passado, esteve muito tempo na presidência do sindicato dos servidores municipais e faz parte da rede municipal de ensino na qual é contratado como professor. Diversas pessoas presentes ao evento afirmam que ele não participou da audiência porque tinha compromisso em defender a tee da prefeitura que desagradava e muito os pais de alunos. Outras pessoas dizem que ele tinha agendado uma consulta médica em Cacoal. Mas logo nesse dia é complicado!!
 
WI-FI NA PRAÇA. Nos dias em que houve as comemorações do aniversário de Cacoal, a prefeita Glaucione Rodrigues anunciou que agora a população pode usar o wi-fi grátis. Basta se deslocar até a pracinha em frente a prefeitura, localizar o sinal, fazer o cadastro, preenchendo os dados que são solicitados e navegar. Nem todas as pessoas aprovaram a medida, porque no setor onde funciona o sinal aberto residem pessoas que já possuem internet em suas casas. A internet gratuita poderia ser instalada pela prefeitura em outro local da cidade, onde há um fluxo maior de pessoas das camadas economicamente menos privilegiadas. Como não conhecemos as razões técnicas que motivaram a decisão, melhor esperar e verificar por que o local escolhido foi a pracinha da prefeitura. O sinal da internet grátis também poderia ser interessante em setores como o bairro Alfa Park e o Residencial Paineiras, região que poderia atender muito mais pessoas.
 
A cacoalense Lucilene Gonçalves, servidora da Coordenadoria Regional de Educação, que esbanja simpatia e alegria por onde passa, filha do Luiz Gonçalves e da Maria Rita Delarmelina que chegaram em Rondônia em 1983,
TAMBÉM LÊ TRIBUNA POPULAR
 


Fonte: Redação

Mais de Boca Maldita